18 outubro 2010

2010 | Homenagem a Esther - Texto de Cezar Antonio Elias

A presente exposição, com obras do Acervo do Ibeu, é uma homenagem a Esther Emilio Carlos. “Une Grande Dame”, figura ímpar e expressiva no contexto de nossas artes plásticas. Foi curadora da Galeria de Arte Ibeu, de 1988 a 2009, quando se afastou, infelizmente, por motivos de saúde, falecendo em 12 de maio de 2010. As suas qualificações pessoais, a sua sólida formação acadêmica e o seu extraordinário discernimento crítico permitiram não só a descoberta de novos valores, como também o incentivo àqueles que julgava potencialmente talentosos.

Esther foi exemplo edificante para todos aqueles que tiveram o privilégio de sua amizade e de seus conselhos. Dinâmica, sensível e humana, jamais se deixou abalar pelos elogios e honrarias fáceis e artificiais, repudiando sempre os fatores estranhos que pudessem mascarar os atributos de sua independência crítica, que defendia com rigor e honestidade. O progresso e o prestígio da Comissão Cultural estão intimamente ligados ao seu nome. Somos profundamente gratos pelo seu constante trabalho, dedicado unicamente para o aprimoramento dos nossos artistas.

Que a sua graça em Deus, seja a sua graça entre os homens.
Basta existir para se ser completo. (Fernando Pessoa)

Cezar Antonio Elias
Presidente da Comissão Cultural do Ibeu