Mateus Morbeck | Artista participante do 1º Salão de Artes Visuais Galeria Ibeu Online

 


Nemo non videt
Reprodução de imagens apropriadas a partir da sobreposição em camadas
Políptico 370x40 cm (05 imagens de 70x40 cm) | 2020



Mateus Morbeck (@mateusmorbeck_fotografia) é artista visual, fotógrafo e arquiteto. Vive e trabalha em Salvador, BA. Em 2009 teve o seu primeiro contato com a fotografia, mas o interesse em ver o mundo através das lentes permaneceu adormecido, com lampejos esporádicos, quando em 2017, se deparou novamente com a fotografia, desta vez a fotografia aérea, despertando ali a vontade de mergulhar no universo da luz e do olhar. Desde então, vem se dedicando à prática e ao estudo das artes visuais como expressão. Embora recente, sua trajetória tem sido marcada por uma intensa produção, numa jornada de aprendizado e experimentação das diversas possibilidades para contar histórias através do olhar.

Nesse contexto, alguns elementos se destacam, sobretudo a busca pelo desdobramento da imagem em camadas de significado e percepção, oferecendo diversas possibilidades de interpretação ao observador. E justamente, neste cenário de múltiplas formas, cores e texturas, que elementos inusitados se destacam.



Texto do artista sobre as obras: 

A humanidade, obrigada a se recolher, busca sobreviver. A anterior pulsação dos grandes centros urbanos, paisagens artificiais forjadas pela mão humana, esvai-se pela ausência das pessoas. O iminente perigo de morte e o instinto de sobrevivência, que levam ao isolamento social, ressaltam a indistinção entre o ser humano e qualquer outra espécie vivente integrantes do mesmo organismo, vivo e complexo, chamado Terra.

As imagens, acúmulos sobrepostos de pontos de vista distintos de um mesmo local, aludem as práticas humanas antes do vírus: uma vida chamada normal. Esse modelo de normalidade é posto em xeque tanto pela adição, como camada imagética, do mapa temático da expansão do Covid-19 a partir da primeira vítima fatal dessas paisagens, quanto pelo valor dado às coisas criadas por essa mesma humanidade. 

Os comportamentos humanos, agora diversos, prezam por uma garantia de sobrevivência frente à proximidade com a morte e pelo retorno das relações sociais físicas, agora nulas. Nota-se um caos silencioso dessas cidades esvaziadas, sem função e sem vida aparentes. 

Destituídas de seu encargo original, as imagens das câmeras “ao vivo” e dos satélites (Google Earth e Street View, por exemplo), são apropriadas para constituírem-se como camadas de um tempo passado, no presente, ansioso para que exista um futuro. Essa incerteza temporal é o que me conduz a olhar, de dentro da minha casa para o mundo no qual ambos (eu e casa) estamos inseridos. Confinado, procuro pela vida; não a de antes, mas a que virá.

Quando apenas a incerteza existe, afloram imagens cheias de outras imagens: um acúmulo do prévio no vazio do agora. Sem encerrar-se em si mesmo, “Nemo non videt” (literalmente ‘ninguém não vê’), usa do Argus mecânico humano para duvidar se, de fato, “Todos veem”.




EXPOSIÇÕES COLETIVAS

08/2020 - Agosto das Artes, Virtual;
12/2019 – Arte Plural, ICON Artes Galeria, Rio de Janeiro/RJ;
12/2019 – Salão Nacional de Arte Fotográfica de Londrina/PR;
08/2019 - Agosto das Artes, Palacete das Artes - Museu Rodin, Salvador/BA;
07/2019 - Eles são do mar, Espaço Fragmentos anexo Espaço Pierre Verger da Fotografia Baiana, Forte Santa Maria, Salvador/BA;
07/2019 - Salvador - Outros Olhares, Hotel Mercure Pituba, Salvador/BA;
06/2019 - Salvador - Outros Olhares, Shopping Barra, Salvador/BA;
03/2019 - Salvador - Outros Olhares, Shopping Bela Vista, Salvador/BA;
02/2019 - Sob o sol de Salvador - CCR Metrô (Estações Pirajá, Imbuí e Aeroporto), Salvador/BA;
01/2019 - Salvador - Outros Olhares, Hotel Pestana Convento do Carmo, Salvador/BA;
12/2018 - Fera Photo Festival, Fera Palace Hotel, Salvador/BA


PRINCIPAIS CONCURSOS E PREMIAÇÕES

XVI Paraty em Foco – Festival Internacional de Fotografia – Convocatória PEF 2020
Ensaios pré-selecionados: “Noves Fora”, 2019; “Guardiões”,2019; “Nemo Non Videt”, 2020;
Fotos únicas pré-selecionadas: “Raios D’água”, 2019;

Festival de Fotografia de Tiradentes – Foto em Pauta 2020
Trabalho selecionado para mostra de portfólios “Óleo no mar do Nordeste”.

4º Salão Photo Nature Brasil 2020
2º colocado | “Jogo de Gigantes”, 2019;
Menção Honrosa | “O Sertão”, 2019; “Praxis”, 2020

Foto Sururu 2020 – 2º Encontro de Fotografia Criativa em Maceió
Ensaio pré-selecionado: “Óleo no mar do Nordeste”, 2019;
Fotos únicas pré-selecionadas: “Jogo de Gigantes”, 2019; “Caniôn”, 2019;

23º Salão Nacional de Arte Fotográfica de Londrina 2019
Fotografia aceita | “Janelas da Chapada”, 2019

XV Paraty em Foco – Festival Internacional de Fotografia – Convocatória PEF 2019
Ensaio pré-selecionado: “Do mar para o mar”;
Fotos únicas pré-selecionadas: “Revoada”, 2018; “Janelas da Chapada”, 2019; “Claustro do Carmo”, 2018.

7º Salão Internacional de Arte Fotográfica de Ribeirão Preto 2019
Categoria COR 1º colocado | “Imagem e semelhança”, 2019;
Categoria MONOCROMÁTICA 2º colocado | “Revoada”, 2018;
Menção Honrosa | “Farol Dourado”, 2018; “Duas Torres”, 2018

Festival BRASÍLIA PHOTO SHOW 2019/2020 – International Festival of Photography
Categoria RANDÔMICA: Medalha Platinum (2º lugar) | “O Sertão”, 2019
Categoria CITYSCAPE/TRAVEL: Medalha Bronze | “Revoada”, 2018
Categoria ESPECIAL ANIVERSÁRIO 60 ANOS DE BRASÍLIA: Medalha Bronze| “Reflexos do Planalto”, 2018
 
XI Bienal Ibéro-Americana de Arquitetura e Urbanismo – XI BIAU 2019
Seção Oficial HABITANDO IBEROAMERICA – Imagens Selecionadas
“Cores da Chapada”, 2019; “Velho Rancho”, 2019; “Abrigo”, 2019; “Retrato do Sertão”, 2019; “Dois Olhares”, 2019; “No relevo as luzes se revelam”, 2019.